GRUPO DISLUB CELEBRA 15 ANOS
Grupo do ramo de combustíveis é homenageado na Assembléia Legislativa do estado de Pernambuco
 

Por ser uma empresa pernambucana de forte atuação no mercado nacional, em especial no Norte e Nordeste, o Grupo Dislub foi homenageado, na noite de ontem, pela Assembleia Legislativa do Estado (Alepe), no momento em que completa 15 anos e se consolida como uma das maiores empresas no ramo de distribuição de combustíveis. De acordo com o deputado Antônio Moraes, que fez o requerimento para a homenagem, a Dislub se posiciona em terceiro lugar na arrecadação de ICMS no Estado. “Queremos que outras empresas do ramo se espelhem na Dislub para obter o mesmo sucesso em negócios”, afirmou. Para Cláudia Carrilho, diretora Financeira da empresa, a homenagem significa o grande presente do ano. “É uma honra ser homenageada pela Alepe”, concluiu. O presidente do Grupo EQM, Eduardo Monteiro, e demais diretores participaram da homenagem.

O Grupo Dislub, por ser parceiro da PDVSA (estatal venezuelana de petróleo), também atua em alguns países da América do Sul na distribuição de 1 milhão de toneladas, por ano, de coque de petróleo e, no Brasil, é responsável por comercializar 600 milhões de litros de combustível por ano. O volume representa R$ 1,5 bilhão em faturamento, sendo R$ 250 milhões somente no Nordeste. Além disso, o grupo conta com 330 postos de bandeira própria, sendo 115 em Pernambuco e 14 filiais distribuídas no País. De acordo com o diretor Administrativo da Dislub, Humberto Carrilho, 10% do combustível comercializado no Complexo Portuário Industrial de Suape é fornecido pela empresa e o Estado representa 10% do consumo nacional. “Pernambuco é o segundo Estado do Nordeste a consumir combustível, perdendo apenas para a Bahia. Nossa meta é crescer entre 5% e 6% em cima do crescimento de mercado”, declarou Carrilho.

Segundo o diretor Comercial da empresa, Sérgio Fonseca, a Dislub foi a primeira do ramo a receber o ISO 9001 e o 18001. “Os certificados chancelam a qualidade dos processos e serviços internos da recepção até as práticas financeiras da empresa e atestam a boa conduta do grupo”. Para os próximos dois anos, a Dislub irá concluir a base de armazenamento de combustível do Rio Grande do Norte, onde tem uma refinaria da Petrobras -, abrirá a filial de fortaleza e, nos próximos 90 dias, a da Bahia. Além disso, construirá, pelas calhas do Rio Amazonas, postos flutuantes de aço cerlênico para substituir os de madeira.

Na região Amazônica, a Dislub atua como Distribuidora Equador. Lá, a empresa está construindo o terminal de armazenamento de combustíveis em Itacoatiara, com capacidade para 50 milhões de litros. “Nossa ideia é passar por um processo de unificação da marca e das operações, nos próximos dois anos”, disse Fonseca.

Fonte: Jamille Coelho e Amanda Seabra - Folha de PE

 
 
< voltar
 
usuário
senha