REFINARIA ABREU E LIMA: PDVSA PODERÁ CONTRIBUIR INICIALMENTE COM US$ 400 MILHÕES
Estatal diz que não recebeu aporte da PDVSA para a construção da refinaria Abreu e Lima
 

Estatal diz que não recebeu aporte da PDVSA
O Globo


Apesar do anúncio, feito semana passada pela estatal petrolífera venezuelana PDVSA, de que já tinha os US$ 400 milhões acordados com a Petrobras para a Refinaria Abreu Lima, em Pernambuco, o diretor financeiro da Petrobras, Almir Barbassa, afirmou ontem que ainda não viu a cor do dinheiro e que a empresa ainda espera “a contribuição desse potencial sócio”. Até agora, a Petrobras arcou sozinha com os custos da refinaria, na qual já investiu R$ 4 bilhões.


— Não sabemos desses US$ 400 milhões. Ao que parece, isso foi anunciado via imprensa. Estamos esperando a contribuição desse potencial sócio. Temos o contrato, mas o que o materializa é a contribuição — disse Barbassa.


Problema com garantias dificulta empréstimo


O acordo firmado em 2005 entre as duas empresas prevê que a PDVSA pague à estatal brasileira um valor inicial de US$ 400 milhões para efetivar a sociedade na qual teria 40% do projeto. O problema é que a PDVSA tem encontrado dificuldades em oferecer as garantias necessárias ao BNDES para assumir sua parcela de 40% no empréstimo de R$ 9,8 bilhões que foi concedido pelo banco para o projeto.


O projeto foi originalmente avaliado em US$ 4,5 bilhões, mas se estima que ele vá custar mais de US$ 10 bilhões.

Fonte: O globo

 
 
< voltar
 
usuário
senha