A Hora do Planeta
A Dislub apoia essa idéia
 

A Hora do Planeta, manifestação mundial contra o aquecimento global promovida pela organização não-governamental World Wildlife Fund – WWF (Fundo Mundial para a Vida Selvagem, em tradução livre) promete não só adesão recorde como também o engajamento de várias fábricas chinesas, que alimentam a fama do pais de maior emissor de gases do efeito estufa do mundo.
A Hora do Planeta acontece no dia 26 de março, às 20h30 (hora de Brasília). Por uma hora, as luzes devem ser apagadas. O gesto é uma forma de promover a reflexão sobre o consumo de energia no mundo.
Nesse ano, a WWF anunciou novos parceiros em sua ação global: a subsidiária da Coca-Cola no Canadá ofereceu US$ 1 milhão em doações por meio de publicidade. Na Suécia, 84 escolas já confirmaram o apoio ao evento. Além disso, filiais da Canon e da Wal-Mart, instaladas na China, também decidiram abraçar a causa.
Monumentos famosos como a Torre Eiffel; a Opera House de Sidney; a Torre de Belém, em Portugal e o Castelo de Edimburgo, na Escócia são alguns dos monumentos que terão suas luzes apagadas.
O Rio de Janeiro foi a primeira cidade brasileira a apoiar o Hora do Planeta. No ano passado, o Cristo Redentor, as luzes do Pão de Açúcar e os postes da orla de Copacabana ficaram sem iluminação por uma hora. Em 2010, a ponte estaiada Octavio Frias de Oliveira, o Viaduto do Chá, o Parque Ibirapuera, entre outros espaços públicos de São Paulo também tiveram suas luzes apagadas. O movimento surgiu em 2007, na Austrália. Cerca de 2,2 milhões de pessoas apagaram as luzes de suas casas. Realizado sempre no último sábado de março.
“A Hora do Planeta 2011", com a qual WWF pretende envolver mais de 1 bilhão de pessoas e mobilizar a 3.800 cidades do mundo, terá amanhã atividades em pelo menos 131 países e em 26 grandes cidades, entre elas São Paulo e Rio de Janeiro. As outras capitais brasileiras que deixarão seus principais monumentos no escuro são Aracaju, Brasília, Campo Grande, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Natal, Palmas, Recife, Rio Branco, Teresina e Vitoria.

Fonte: Depto. de Recursos Humanos

 
 
< voltar
 
usuário
senha